O Jornal A Tribuna comunica:
Este site mudou para www.atribunaonline.com
Acesse e confira a novidade.

NOTÍCIAS

Tamanho do texto: A+ A-

FOTOS VINCULADAS


Operação foi realizada ontem em diversas cidades do Estado, com várias prisões
Polícia| Sexta-feira - 12.04.2013 // Comente

Prisão de pessoas em Santo Ângelo e Entre-Ijuís comprova presença de quadrilha na região

A ação foi comandada pela Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, coordenada pelos delegados Juliano Ferreira e Arthur Raldi. Cerca de 300 policiais civis do Deic, Deca, DHPP, DPM e Denarc cumpriram 40 mandados de prisão temporária e 53 mandados de busca e apreensão em 12 cidades, incluive as duas na região.
No total foram presas 28 pessoas no Estado, envolvidas em furto e roubo de veículos. Em Porto Alegre foram cumpridos 29 mandados judiciais, em Viamão sete, Alvorada e Eldorado do Sul três mandados. Em Gravataí, Tramandaí e Lajeado, dois em cada.
Outros mandados foram cumpridos em Sapucaia do Sul, Cachoeirinha, Guaíba, Entre-Ijuís e Santo Ângelo. Na capital missioneira foi preso um jovem de 27 anos, na rua Duque de Caxias, centro, na manhã de ontem, onde também foram cumpridos mandados de prisão e busca. 
A operação teve como objetivo desmantelar uma quadrilha que agia em Porto Alegre e Região Metropolitana e que era comandada por um detendo do Presídio Estadual do Jacuí. 
Foram presos 28 acusados de integrar a quadrilha, apreendidas duas armas - um revólver calibre 38 e uma espingarda -, além de 12,5 kg de maconha, 5 veículos foram recuperados, apreendidos computadores utilizados na falsificação de documentos, carimbos, dinheiro, documentos falsificados e objetos oriundos de furtos e roubos de veículos.
Durante a investigação, que teve início em julho de 2012, foram identificados 65 suspeitos. Os veículos eram furtados ou roubados por encomenda e tinham destino certo, alguns serviam para o desmanche, outros eram clonados ou enviados para o interior do Estado e para Santa Catarina. Nos últimos meses a investigação apurou que esta quadrilha estaria envolvida no furto ou roubo de mais de 100 veículos.
Segundo o delegado Juliano, alguns integrantes da quadrilha, responsáveis pelos furtos e roubos, repassavam os veículos por R$ 1 mil a R$ 1,5 mil para outra parte da organização criminosa, que desmanchava ou clonava os carros. Os presos foram encaminhados ao Sistema Prisional.

BAD BOY 
A operação foi denominada “Bad Boy” devido a dois fatores. Um deles pelo suspeito que coordena a quadrilha, Daniel José Alves Silveira, conhecido como Daniboy, detento do sistema prisional em Charqueadas, na Penitenciária Estadual do Jacuí.  
O outro, segundo o delegado Juliano Ferreira, é o fato de que a maioria dos integrantes deste esquema criminoso é jovem.
O grupo contava com cerca de 60 criminosos.
Últimas notícias: Notícias do Dia Notícias de Ontem Notícias da Última Semana

    NOTÍCIAS DO DIA

    Sem notícia no dia de hoje